sábado, 30 de janeiro de 2010


0
http://www.youtube.com/watch?v=RS6nc3mdvKM

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010


minha rua himmel...

0
rua himmel:uma rua curiosa,nome de céu,porém a realidade era outra. as construções pareciam grudadas umas nas outras,quaze todas de casas pequenas e edifícios de ar nervoso.Havia neve suja,estendida feito um tapete. havia concreto,árvores nuas que pareciam porta- chapéus,e um ar cinzento... lendo sobre a rua himmel,em a menina que roubava livros,pude voltar um pouco a minha infancia,acho que todos nós ja tivemos nossa rua rimmel,e um amigo como o rudy.Esse livro que me pareceu tao simples quando o comprei,se tornou um livro muito grandioso quando começei a ler,uma riqueza imensa de detalhes sobre a alemanha nazista de hitler,com todo fanatismo e ant-semitismo.Até hoje o ant-semitismo me assusta,tanto ódio por diferenças tão poucas... realmente os seres humanos me deixam confusa...Um mundo tão moderno e tão arcaico ao mesmo tempo.Tantas religiões pregando o odio a uma raça,ou especie,mais so existe uma ,a raça humana,a especie humana,somos todos iguais. Ler sobre a segunda guerra e sempre fascinante,como o povo judeu superou esses obstaculos ,e a cada dia se torna um povo forte e seguro...tenho orgulho de ter sangue judeu em minhas veias. leiam a menina que roubava livros,e uma leitura emocionante.





quarta-feira, 20 de janeiro de 2010


so ha um pecado..

1

"quando você mata um homem,tá roubando uma vida.Esta roubando da esposa o direito de ter um marido,roubando dos filhos ,um pai.Quando mente,está roubando o direito á justiça."Li esse texto no livro "o caçador de pipas",e me chamou muito atenção para essas palavras.Eu também acho que o roubo é o pior de todos os males,um modo de roubar é mentir,roubar consciência.Quando mentimos destruimos mundos,fazemos um mal tão grande a quem enganamos,mais pior mesmo é o mal,que fazemos a nós mesmos,pois quando magoamos a quem amamos,fazemos que essa pessoa se afaste de nos,o que so trará sofrimento... A mentira sai destruindo tudo a nossa frente,amor,relacionamento sólidos,fámilias...Muitas vezes destruiram meu mundo com mentiras,mentiras de pessoas que amei,que amo,pois continuo perdoando o que não tem perdão,mentiras tão sórdidas que até uma criança da pré -escola ,saberia destinguir.Meu mundo tantas vezes foi destruído...Que nem sei o que sobrou de mim...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


0

está em casa...é um prazer sem igual,nada se compara em está com suas própias coisas,seus objetos preferidos,amo está em casa ouvindo minhas músicas,como viajo escutando o grupo português madredeus,quantas músicas maravilhosas,letras profundas,me fazem ir até um tempo que nunca vivi,mais que está muito presente em mim,em meus pensamentos...como amo ouvir a música :"haja o que houver"coisas muito preciosas pra mim,essa música tem um significado especial pra minha vida...Mais não posso falar disso agora.No momento também estou lendo um bom livro"o vencedor está so"de paulo coelho,meu escritor preferido,esse livro em especial tem me ensinado muito,fala muito sobre amar,e como amar,e o que vale a pena amar.Sempre é bom ler bons livros e escutar boas músicas,nos ensinam muito,e nos trazem a vontade de aprender mais sobre os temas em que estão envolvidos.Em minha vida não a momentos mais preciosos do que esses onde me encontro só,alimentando minha alma e coração.

paraíso

0
Subi a escada de papelão
Imaginada
Invocação
Não leva a nada
Não leva não
É só uma escada de papelão

Há outra entrada no Paraíso
Mais apertada
Mais sim senhor
Foi inventada
Por um anão
E está guardada
Por um dragão

Eu só conheço
Esse caminho
Do Paraíso

domingo, 17 de janeiro de 2010


0

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010


0

tudo é vaidade...

0

Nasrudin apareceu na corte com um magnífico turbante,pedindo dinheiro para caridade."você veio me pedir dinheiro,e está usando um ornamento muito caro na cabeça.quanto custou essa peça maravilhosa?"-pergunta o soberano."foi uma doação de alguém muito rico.E seu preço,pelo que pude apurar, são quinhentas moedas de ouro"-respondeu o sábio sufi.O ministro susurrou:"É mentira.Nenhum turbante custa essa fortuna." Nasrudin insistiu:"Nao vim aqui só para pedir,vim também negociar.sei que ,em todo o mundo,apenas um soberano seria capaz de comprá-lo por seissentas moedas,para que eu pudesse dar o lucro aos pobres,e assim aumentar a doação que precisa ser feita."O sultão, lisonjeado,pagou o que nasrudin pedia.Na saída ,o sábio comenta com o ministro:"você pode conhecer muito bem o valor de um turbante,mas sou eu quem conhece até onde a vaidade pode levar um homem".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget